Indo eu, indo eu, a caminho do X Tosta Mista…

As ruas viseenses encheram-se pelo eco de gritos ao espírito académico, sorriram perante as incontáveis amizades travadas ou relembradas entre copos e celebradas com um rasgar de emblemas e acompanharam cada acorde das trovas que uniam todas as capas que se cruzavam numa só.

Foi assim o X Tosta Mista para a Enfertuna…
Foram muitas horas de viagem desde a Pérola do Atlântico até este festival que é uma pérola mas nem o cansaço nos impediria de fazer tudo novamente, cheios de orgulho em pertencer a esta enorme mas tão unida família tunae.

À Rausstuna Bragança, agradecemos o já habitual companheirismo que fomenta esta tão genuína amizade. “Vós sois grandes!” e estão no nosso coração 
À ARTuna – Tuna Mista da Escola Superior Artística do Porto e à Tu Na D’ESTES, foi com enorme gosto que convosco trocámos as primeiras músicas, conversas e brindes (gerais ou não!) Esperamos que tal se repita no futuro! 
À Estudantina Universitária de Viseu, um enorme obrigado pelo convite para este “impacábel” evento e pela forma calorosa com que nos receberam. As tostas mistas nunca mais serão o mesmo para nós, nem nós seremos os mesmos depois deste X Tosta Mista!
Não podemos deixar de mencionar as nossas belas guias Márcia Soares e Cátia Sousa pelo empenho e entusiasmo com que nos acompanharam nesta aventura!

Para além destes prémios de valor incalculável, trouxemos na mala mais duas belas recordações:

 Prémio Melhor Serenata
 Prémio Tuna + Tuna

Para o culminar desta experiência festivaleira e ainda antes de partirmos para território insular, rumámos a Bracara Augusta para rever as caras amigas da Literatuna – Tuna de Letras da Universidade do Minho numa bela jantarada e estadia pela cidade de Braga. Para momentos tão marcantes, não há “letras”… 

E sai um…

 Ai estes são os filhos da Poncha,
Todos juntos a cantar
Enfertuna da Madeira
No Tosta Mista a deslumbrar 

Similar Articles

Bem-vindas, “Vibrra... Ainda no rescaldo do nosso 14° aniversário, não poderia ser esquecido um dos momentos que o tornaram, indubitavelmente, memorável…  Numa cerimónia solene, a família Enfertuna abriu os
XV Fitumis, se estivesses... Foram 4 dias intensos, 7 tunas a concurso, na 15° edição de um festival que, certamente, não foi apenas mais um… As ruelas de Leiria, observadas lá
Mais um ritual de passage... Mais uma atuação, mais um ritual de passagem… Desta vez, coube às excelentíssimas Rita “Cábula” Curopos e Verónica “Transformer” Costa a honra de se juntarem aos mais
VII Oceanus, a Enfertuna ... Bem que as vagas do Oceano anunciavam que algo estava para chegar… ? Um Inverno como ninguém antes testemunhara, o encontro de 4 nobres casas num grandioso “Game
De caloiros a tunos Hoje congratulam-se os mais recente tunos desta mui nobre tuna pela sua passagem para os mais dignos da casta lusa – Diogo “Chaço” Ferreira e Mariana “Pocahontas”
Indo eu, indo eu, a camin... As ruas viseenses encheram-se pelo eco de gritos ao espírito académico, sorriram perante as incontáveis amizades travadas ou relembradas entre copos e celebradas com um rasgar de
A família Enfertuna cont... Ontem, numa cerimónia regada com maresia, celebrou-se uma vez mais o crescimento da família Enfertuna… ? Após um período experimental caracterizado por um grande empenho e espírito de
Sangue fresco… Com o espírito reforçado pela entrada e grande empenho por parte da nova Maçaricada, a Direção desta mui nobre tuna achou por bem a realização de um
E a família cresce devag... Foi após uma animada atuação no Hotel Riu Palace que esta enorme família Enfertuna cresceu um pouco mais… O amarelo das gravatas enriqueceu com dois novos elementos
O Regresso… Muito tempo depois, o site da Enfertuna – Tuna de Enfermagem da Madeira ressurgiu… De nova cara, de novo nome e com uma nova tuna… Portugal atravessa

One comment on

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *